Avançar para o conteúdo principal

Em casa#4




Estão dois gatos sempre à minha espera. É raro quando não estão atrás da porta quando chego e só sossegam depois de lhes deitar comida e lhes fazer uma festa na cabeça.
A mimi já está comigo desde maio de 2016, o faísca só em junho deste ano, e tenho por eles um amor enorme. A mimi veio cá para casa depois de ter terminado um relacionamento e porque achei que a casa estava demasiado silenciosa. 
Cuidar dela, alimentá-la, dar-lhe colo, salvou-me. 
A decisão de adoptar mais um gato só aconteceu porque passo muitas horas fora de casa e não era justo para ela. O faísca é a nossa dor de cabeça, mais rebelde e desassossegado. Nunca tenho a casa arrumada e limpa por muito tempo, mas tenho um lar, e mais do que animais domésticos, são como família, porque recebo tanto quanto dou. 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Happy Birthday, Biscoita!

17-07-2017
Entro nos 34 com outra "alma", outro espírito, mas a mesma, sem me esquecer de onde vim e para onde quero ir. Mudei de trabalho, ousei sonhar e tenho sido feliz nas minhas escolhas. Aos 34 anos continuo uma sonhadora, ambiciosa e lutadora, com uma força que muitas vezes nem sei de onde vem e a minha borboleta continua a lembrar-me todos os dias que a renovação interior, mais do que a exterior, é constante. Aos que por aqui passam, obrigada. 

Speechless#1

"... It starts with one thing
I don't know why
It doesn't even matter how hard you try
Keep that in mind
I designed this rhyme
To explain in due time
All I know
Time is a valuable thing
Watch it fly by as the pendulum swings
Watch it count down to the end of the day
The clock ticks life away..."