sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Trau#39



O corpo não está minimamente preparado para biquíni, mas não tou "nem aí"! Daqui a uma semana atravesso o atlântico para umas férias "daquelas". :)

Tava mais que visto...#4


... que me ia inquietar com esta bicha! Há duas semanas começou a dar sinais de não comer, muito paradinha, com carinha triste (sim, sei diferenciar quando ela está amuada, triste ou normal :p) e fui com ela ao veterinário achando que era uma coisa simples, mas não. Quando dei por mim a veterinária já lhe estava a por a soro e ia ficar internada.
Entre idas ao veterinário, medicamentos e muito amor, lá descobrimos que a promissora estilista de alta costura tinha comido uma pequena fita de cetim e que por sorte não resultou em consequências mais graves.
Agora já se alimenta por si e está quase no seu normal. Agora aproxima-se outro drama: vou estar fora 10 dias.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

E sabe tão bem...#2


Depois de um dia longo, chegar a casa e não ter que fazer o jantar, só esticar-me bem aconchegada no sofá, onde ela não perde tempo e salta para as dentadas da praxe. Depois quando se farta adormece e eu dou por mim a contemplá-la: Tão linda e branquinha. Mais tarde acordo-a porque quero ir dormir e lá vai ela à minha frente para o seu lugar de sempre. Não incomoda, nem se mexe toda a noite, fica li mesmo ao lado, como que a guardar o meu sono.
De manhã corre contente, pois sabe que vai ter o seu "bombom".

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

E sabe tão bem...#1




Faz hoje um mês que mudei de trabalho. Acabaram as noites, os turnos, os fins-de-semana fechada num centro comercial, o atendimento ao público. O cansaço do tipo de trabalho era evidente e só se manteve até à data, porque é preciso pagar-se as contas para se ser feliz noutras coisas.
Hoje é um trabalho mais dinâmico, menos repetitivo, mais compensador, em que se é reconhecido pelo que se faz e isso, meus caros, não há dinheiro que pague.


sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Tava mais que visto...#3


... que continuaria a pagar p'la língua. Tenho o portátil na mesa da cozinha, porque é o único sitio que consigo trabalhar, sem que a bicha suba para o teclado e me desgrace um trabalho. E vai daí que um dia estava tão melosa e chatinha, que me lembrei de lhe colocar a cama em cima da bancada da cozinha, para que ela me pudesse ver e sossegar. E assim ficou sossegada, quentinha e com companhia. Mimos, mimos!


Avizinha-se...#1



Dois dias inteirinhos de sapatilha no pé, de jeans, de conforto. Não que durante a semana esteja desconfortável, mas o trabalho pede um vestuário mais formal. Blazer's e saltos: até 2ª feira. :)



P.S. Continua a ser muito estranho o fim-de-semana em casa, como dado adquirido. Este será o primeiro que vou poder desfrutar com calma, sem as folias do natal, passagem de ano e viagens em trabalho.

Com o tempo, vou me habituar-me à ideia.

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Biscoita está uma bimbólica#3


Crumble de bolonhesa e legumes


Risoto de linguiça e milho (a receita indica ervilhas, mas usei o que tinha em casa. :p)


Crumble de maçã

Estou completamente rendida ao risoto, sai sempre bem e alguns são de comer e chorar por mais. O Crumble de maçã é a minha perdição mas só faço muito de vez em quanto, pois é preciso evitar coisas calóricas.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Biscoita está uma bimbólica#2


Tarte de maçã e risoto de abóbora, tomate seco e espinafres


Tarte de pera e uva

Tudo aprovadíssimo, saboroso e fácil de fazer.

Era bom, mas acabou-se#1





Anseia-se tanto pelas férias e elas passam a voar, principalmente quando se está a gostar muito. A visita a Boston foi mesmo no último dia e foi ver tudo a correr, ficando a promessa de lá voltar com mais tempo, pois só no Museu da Ciência tivemos 3 horas. Entre almoço pela baixa e voltinhas nas ruas e travessas passou-se um dia espetacular, entre lojas e cafés com a sorte de um dia de sol como bem se pode ver.