sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Olha...#17


É o que bate no peito e cresce dia após dia... É tanto giro olhar para trás e ver como a vida muda, depressa e para muito melhor... Este é um post com quase quinze dias de atraso, mas nunca é tarde para se dizer que tem sido seis meses muito especiais.

É verdade, sim sr.!#1


quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Ohh God, i'm in love!


Eu resisti, porque já sabia o resultado final, mas a cunhada pediu para me fazer uma demonstração e eu aceitei, embora lhe tenha dito que a compra dela agora não era favorável...
Mas o que é certo é que me deixou mais convencida do que já estava. Desde o sumo de fruta natural divinal à lasanha feita em pouco tempo, sempre no mesmo utensílio. Fantástico!
Agora é esperar por melhores ventos financeiros para que uma destas passe a constar no balcão da cozinha. :)

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Sacrificios, os tomates#1



Em nome de uma crise que me deixa assustada e vejo que não se corta onde verdadeiramente não se deve e se mexe com a subsistência de milhares de pessoas... quando se aumenta de forma cega uma taxa de segurança social, mesmo em estratos socio-económicos mais baixos,  não se cria emprego, criam-se desigualdades, desespero e angústia nas pessoas. Este, que outrora, convidou os portugueses a emigrar, agora asfixia-nos com mais cortes, numa crise que não tem fim à vista. Partilho já a angústia do incerto e preocupa-me o dia de amanhã, onde poderei ter de entregar o pouco que tenho a um governo que desgoverna o país.

Sou uma infeliz!#1

Por ter de trocar o conforto destes ténis...


pela inclinação de uns filhos parecidos a estes. Ossos do ofício!

3?!

Em janeiro era uma, branca e sossegada. Em fevereiro passaram a ser duas, quando resgatei a sushi, a ticolor mais linda do mundo. Estava...